O amor veio 1

909 67 6 Writer: Luggarol18 por Luggarol18
por Luggarol18 Seguir Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Report Story
Enviar Enviar a um Amigo Compartilhar
  • Compartilhar por e-mail
  • Report Story

Tudo estava começando a seguir o melhor caminho de sempre na vinha 'La Bonita', cerca de um mês em que Ruggero começou a assumir tudo o que restaria de herança para seus filhos, mas nem tudo era cor-de-rosa para o que estava para acontecer, Maxi aquele homem de características muito sensuais. e bem marcado, aquele que se chamava seu melhor amigo estava tramando algo contra ele


- Finalmente você saberá que dor é meu querido amigo e verá a importância do dinheiro e verá se deseja vender para liquidar a dívida - disse ele, guardando os pacotes na mala

O ácido succínico não era prejudicial por si só, mas se o faz sentir salgado e amargo, usar uma grande quantidade disso pode fazer você perder toda a produção e se ele executasse seu plano malévolo, eles perderiam tudo; Ele se sentia mais do que confiante de que seu plano seria perfeito, já que ninguém o culparia por algo assim por simplesmente ser o melhor amigo do chefe.

Tarde da noite chinelo pelo galpão onde as máquinas já estavam preparadas para o engarrafamento do vinho, ele olhou para o relógio às 1 da manhã e sorriu antes de abrir as portas das máquinas para introduzir o ácido em uma bolsa em cada uma delas, ao final de seu plano. Eu guardo tudo e garanto que ninguém o viu sair do lugar

***


Não acredito em tudo que perdi durante esses dois anos de depressão, hoje vejo os números de que gosto demais. Desde que assumi o comando, os números aumentavam pouco a pouco, pois todas as manhãs me animavam com os melhores espíritos e, antes de partir, peguei a jaqueta preta que sempre me acompanhava por toda parte, é uma maneira de saber que ela está ao meu lado

Subo na van, alguns minutos depois, quando chego ao galpão, todo mundo está feliz porque hoje tivemos três grandes entregas internacionais e todo o mesmo vinho, sorrindo trabalhadores, carregando e engarrafando o vinho que eles deixaram preparando um dia antes, o que eu não pude experimentar. a reunião que tive com os fornecedores, mas para alguma coisa é Karol e não duvido de seu trabalho


- Bom Dia! - Cumprimente todos os meus trabalhadores - Como estão os meninos?

- Bom dia patrono - Maick diz com um sorriso - Fico feliz em vê-lo aqui tão cedo!


- Rugge - Valen se aproxima com uma garrafa nas mãos - Você está bem?

- Como vai tudo? - Olha o que eles estavam fazendo - Karol provou o vinho?

- Se você quiser experimentar? - sente-se e me dê uma bebida

- Este é o vinho que será entregue hoje - pergunte apontando para as garrafas


- Se saiu muito bom - olho para ela e sorrio para mim - não lhe dei para tentar por causa do clima, não nego que a acidez varie um pouco, mas garanto que tem muita qualidade

- Bem, deixe-me tentar - eu fiz todo o processo, mas o aroma não me convenceu de que havia algo errado com ela, a cor estava boa, eu imaginei que era ácido, amargo, sem gosto, isso era definitivamente nojento - Valen O que é isso? Isso não adianta!

- o que ?! Porque - olha para mim estranhamente

- É amargo! É salgado! - gritar chamando a atenção dos funcionários

- Amargo! Como não, não pode ser, o vinho estava perfeitamente ontem - eu me virei olhando para a entrada onde os dois se reuniram

Jorge! Onde diabos você estava? - pergunte fazendo-o assustar

- eu estava coordenando com os fornecedores junto com Karol - eles olhavam para nós estranhos

- o que houve? - expressam um sorriso sorridente e pegaram as mãos

- o que? Que o vinho que é entregue hoje não funciona Isso aconteceu! - Tentei conter o imenso desejo de bater em Jorge

- Isso não pode ser patrono - aproximou-se para provar o vinho - ontem foi perfeitamente

- Vamos ver Jorge, você é o gerente da vinha e não sabe o que acontece - se eu estava sendo duro ou não, não me importo

- Provei o vinho e estava no lugar perfeito! - Defenda e é claro que eles deveriam estar juntos

- Você acha que esse vinho - marque a garrafa - pode estar à venda Experimente!

- Patrono, não! - ele disse depois de cuspir e seu rosto mudou para categoricamente - eu não sei o que aconteceu, eu juro ...

- Claro que você não sabe - eu a interrompi - para ver Karol, eu te pago o suficiente para fazer bem seu trabalho.

- o que? - ele me olha mais do que surpreso - Não é minha culpa!

- Claro que não! É minha culpa contratar pessoas tão incompetentes - todo mundo me olha surpreso - Você tem alguma idéia de quanto isso vai nos custar?

- Não - olhe para baixo - mas podemos ...

- Não fique engarrafado !!! - gritar eles me olharam estranhos

- Há algo errado aqui! Isso não pode ser feito tão ácido à noite pela manhã - Valen pegou a garrafa e saiu com Maick

- O que vamos fazer? - Karol pergunta, mas eu não respondo, mas vou ao meu escritório

- Delfina, diga ao Maxi que eu o quero agora - eu entro no meu escritório

- o que houve? - entro sem tocar - para ver que não estou entendendo o que está acontecendo, apenas um se perdeu ...

- Karol, temos um contrato internacional e, se não cumprirmos, perdemos milhões de pesos - levo minha cabeça frustrada

- Mas podemos cobrir certo? - olho para ela e a porta se abre

- Amigo que você me enviou para ligar - Maxi me olha sem entender

- Karol, você nos permite - ele apontou para a porta e me deixou sozinha com ele - não podemos entregar o vinho que tínhamos marcado hoje, a produção foi estragada O que podemos fazer para não ser processado?

- Ruggero, para ver, foi feito para perder tudo, lembre-se que isso implicaria uma perda milionária - eu sei que droga!

> - Ruggero a ver, se hecho a perder todo, recuerda que eso implicaria una perdida millonaria - Ya lo se maldita sea!

Opa! Esta imagem não segue nossas diretrizes de conteúdo. Para continuar publicando, remova-o ou faça upload de uma imagem diferente.